terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Um carinho...

...que recebi dos roedores mais roedores de livros que já conheci. Aqui, ó.

Explico: roedores no melhor sentido da palavra, pois a Ana e o Tino leem muito, mas muito mesmo e fazem multiplicar essa vontade em meninos e meninas de Ceilândia, uma cidade satélite de Brasília.

Obrigado pelo carinho que vem desta fonte inesgotável de poesia e amor que fazemos, escrevendo com as palavras ou imagens!

Além do carinhoso post em referência ao meu trabalho, acabo de receber a foto que os roedores fizeram após minha participação na Iª FLIPIRI. A foto registra o instante em que carimbei Ignácio de Loyola Brandão com o símbolo dos "Rinos", imagem criada pelo ilustrador Guto Lins e que tatuei para marcar meus dez anos de literatura e meu décimo livro publicado E um rinoceronte dobrado (Editora Projeto/2008). Utilizo um carimbo com a mesma imagem para "batizar" as crianças que moram no coração de todas as gentes. Ignácio insistiu que, ao carimbá-lo eu proferisse o texto usual do rito: eu te batizo em nome dos rinoceronte dobrados. Então, está aí, Ignácio foi batizado!

2 comentários:

gabi,gabi disse...

Adorei seu blog!
:)

Lia Noronha disse...

Muito bom esse encontro seu!
Parabéns...e continue assim...nesse caminho tão mágico.
Abraços mil!!